Pizzani Química Industrial Pizzani Química Industrial
rodape_slider.jpg
rodape_slider.jpg
sp_737blank.jpg

Lavanderia - Sistemas de Óleos Térmicos para Lavanderias Industriais

 

- Sistemas de Óleos Térmicos para Lavanderias
- Óleo Térmico vs Vapor
- Segurança do Sistema

Devido a sua popularidade, os sistemas de oléo térmico utilizados para aquecer ferros de passar oferecem alta capacidade de produção por unidade. Não há nenhum tipo de tratamento de água ou problemas relacionados à descarga. Os custos operacionais são altamente reduzidos  devido a eficiência do sistema, além de eliminar a corrosão, o retorno de condensados, e a manutenção da válvula de vapor.

Produtividade

Enquanto sistemas à vapor normalmente operam à 350°F, os sistemas de óleo térmico conseguem facilmente fornecer uma temperarutra de 450°F – a bomba de descarga fornece pressão suficiente somente para superar o atrito dos tubos.  Uma plataforma de um ferro de passar aquecido pelo fluido térmico pode fornecer o mesmo desempenho que uma plataforma com aquecimento à vapor.

Devido a baixa pressão em sistemas de fluidos de transferência de calor, as plataformas podem ser fabricadas de aço ao invés de ferro fundido, o qual é normalmente requerido para sistemas à vapor. Além de ser uma excelente forma de reduzir custos, o aço aumenta a transferência de calor, e o número de plataformas ajuda a economizar espaço.

Manutenção

Infelizmente a corrosão em sistemas à vapor é inevitável, e por esta razão a manutenção do sistema deve ser feita constantemente. O objetivo é reduzir a corrosão o máximo possível, principalmente através do tratamento da água, porém este proceso é demorado e de alto custo.

Fluidos térmicos não irão corroir materais normalmente utilizados em sistemas de lavanderia. Na verdade, os fluidos fornecem uma camada protetora aos metais do sistema, incluindo também alta lubrificação para peças em movimento.

Preocupações Ambientais


A água utilizada em sistemas à vapor deve ser tratada para reduzir a corrosão, aumentar a lubrificação, e para estar de acordo com outros requerimentos. É importante destacar que alguns produtos químicos utilizados em alguns casos são considerados resíduos prejudiciais ao meio ambiente.

Todos os vazamentos provenientes do sistema bem como a descarga, devem ser monitorados de perto. Além disso, a água do sistema não deve ser permitida nos drenos nem nos canais de fluxo. Os cuidados necessários com o  derramamento pode ser feito pelo mesmo procedimento utilizado para a liberação de óleos lubrificantes.

Custos Operacionais

Os sistemas à vapor perdem energia nos pontos de inflamação, na descarga, e nos ciclos de desaeração. Já os sistemas que utilizam fluidos térmicos que operam em temperaturas mais altas utilizam menos combustível.

Engenheiros Operacionais Licenciados

Um sistema  vapor funcionando à 350°F gera 120 psig. A estas pressões, muitos dos engenheiros operacionais licensiados podem ser empregados para supervisionar o sistema. Sistemas térmicos operam à pressnao normalmente designadas pela bomba de descarga, pela estática da parte superior do tanque de expansão, e pela pressão do vapor do fluido (normalmente bem abaixo da pressão atmosférica).

Caso for exigido um vapor com alta pressão, a lavanderia poderá especificar o uso de geradores sem gás, unidades que utilizam óleo térmico, e tubulações à vapor. A transferência de calor do fluido térmico também pode produzir água quente ou ar quente. No caso de trocadores de água quente, as incrustrações tendem a acontecer com uma frequência menor que em aquecedores à vapor, principalmente devido ao fluxo baixo de calor.

Economia do Sistema

Um aquecedor à base de óleo térmico custa mais do que uma caldeira à vapor. Com a utilização do óleo térmico, o custo diminuirá consideravelmente devido a eliminação da desaeração. Além disso a manutenção será baixa, alguns químicos e o processo de descarga podem ser utilizados para tratar a água, o funcionamento será normal, e a temperatura será controlada.

Recomendamos que você consulte um consultor de engenharia para uma avaliação completa dos requerimentos e da estratégia abordada para que uma decisão corretade seja feita ou escolher entre o sistema à vapor ou de óleo térmico.

Entre em contato conosco pelo telefone (12) 3933-2910.

Observações

1) Recomendamos que você utilize um tanque de expansão revestido por uma vedação fria, ou por uma camada de gás inerte, pois os mesmos podem eliminar a oxidação do fluido térmico.

2) Quando um fluido de transferência de calor for selecionado para o uso em lavanderias, dê prioridade há algumas áreas tais como:

- Ponto de Inflamação: O fluido HE tem um ponto de imflamação de 410°F, sendo ela mais alta que a temperatura operacional de uma calandra;

- Vapor com Baixa Pressão. A pressão de vapor do HE é a mais baixa do que qualquer fluido disponível;

- Atóxico.

O fluido HE possui um alto conceito e é muito bem aceito pela indústria de lavanderias. É utilizado em uma grande variedade de hotéis, instituições, e lavanderias centrais; além de ter o apoio dos principais fabricantes de equipamentos para lavanderias.

 

Artigos Relacionados: